SECA: Situação ainda é grave em Jequié e região.

20 de novembro de 2012

Trabalhadores na zona rural continuam buscando alimento para os animais as margens das rodovias. (Foto Agência AM)

As chuvas que caíram no final do mês de outubro e inicio do mês de novembro ainda não foram suficientes para melhorar a situação dos pequenos e medios produtores da região de Jequié. Os indices pluviometricos somados segundo um produtor não chega a 200 milimetros de chuvas, dado ao grande periodo da estiagem com Sol forte, o chão seco, estas chuvas que caíram até agora não resolveu nada. O pior não conseguiu armazenar 20% nos tanques e barragens mostrando que ainda é necessário muita chuva para melhorar a situação e assegurar para os produtores um ano de 2013 com mais tranquilidade.

Anúncios

Campanha Natal sem Fome no Joaquim Romão.

20 de novembro de 2012

A Campanha Natal sem Fome 2012 em Jequié começou no domingo (18.11.) no bairro do Joaquim Romão. A carreata da solidariedade formada pelo Corpo de Bombeiros, A Folha, Naianne Som, Eletromaia com apoio das emissoras de radio Jequié FM, 93-FM e Radio Povo responsáveis pela divulgação da campanha conseguiu arrecadar uma quantidade de alimentos não perecíveis. Muitas famílias deixaram de doar em virtude de ainda não esta sabendo do inicio da campanha e outros que aproveitaram o final de semana prolongado para viajar. Vejam fotos da campanha no Joaquim Romão:

As Primeiras doações no bairro do Joaquim Romão mostrou a boa vontade da população com a campanha Natal sem Fome. (Foto Agência AM).

Corpo de Bombeiros, Naianne Som, Eletromaia participam da campanha de forma voluntária. (Foto Agência AM).

Moradores no Joaquim Romão faz doações de forma espontanea para campanha. (Foto Agência AM).


Anuncie aqui…

20 de novembro de 2012


Governador estima operação do Porto Sul em 2015; licença de instalação é prevista para 2013

20 de novembro de 2012

Governador Jaques Wagner na entrevista coletiva com a imprensa em Salvador. (Foto Produção)

O governador Jaques Wagner estimou para 2015 o início da operação do Porto Sul, no distrito de Aritaguá, em Ilhéus, durante entrevista coletiva realizada na tarde de segunda-feira (19.11.), na Governadoria. O petista reconheceu o atraso no cronograma da obra, que será o último ponto da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), realização do governo federal que ligará a cidade de Figueirópolis, no Tocantins, a Ilhéus. “O planejamento era para 2014. Mas a gente leva o tempo que a democracia exige. Tem o Ibama, os ambientalistas, as comunidades locais. É óbvio que todo mundo gostaria de mais celeridade, mas a gente tinha que negociar com muita gente que pensa diferente. Quem mais queria que ficasse pronto era eu. Vou trabalhar e outros inaugurarão”, declarou Wagner. Segundo o secretário da Casa Civil, Rui Costa, o governo trabalhará para atender as 39 condicionantes combinadas com o Ibama a fim de conseguir do órgão ambiental a licença de instalação no primeiro semestre de 2013. “A nossa comemoração é porque o projeto foi aceito”, disse Costa, ao se referir à emissão da licença prévia, na última quarta (14). Devido a observações do Ibama quanto aos impactos ambientais, o plano original – de construir o porto na Ponta da Tulha – foi alterado, com a futura instalação mais ao sul, 5 km mais perto de Ilhéus. O empreendimento é composto por uma retroárea com 1224,9 hectares, ponte de acesso marítimo, píer com quebra-mar a 3,5 quilômetros da costa, acesso terrestre e dragagem de 16,5 milhões de metros cúbicos. A construção do Porto Sul terá investimentos de R$ 3,5 bilhões, dos quais R$ 1 bilhão da empresa Bahia Mineração (Bamin), que terá um terminal privativo para exportação de minério de ferro. Já o porto público será constituído por terminais para armazenamento e movimentação de cargas como soja, etanol, fertilizantes e outros granéis sólidos, áreas administrativas e operacionais e Zona de Apoio Logístico (ZAL).


Jequié: Alunos de Odontologia da Uesb acampam na Reitoria em Vitória da Conquista

20 de novembro de 2012

Alunos de odontologia da UESB na porta da reitoria em Vitoria da Conquista. (Foto do blog do Anderson)

Alunos do curso de odontologia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Jequié, acamparam nesta segunda-feira (19) no prédio da Reitoria em Vitória da Conquista. “Estamos há duas semanas paralisados oficialmente devido a falta de matérias, infraestrutura e autoclave (importante para a esterilização dos instrumentais). Devido a negligência da universidade em resolver nossos problemas para que possamos voltar a desenvolver normalmente nossas as atividades. Por isso, resolvemos nos instalar em frente à Reitoria”, informou a estudante Letícia Landeyara, em entrevista ao Blog do Anderson. Segundo a assessoria de comunicação da instituição de ensino superior, o reitor Paulo Roberto Pinto esteve em Jequié nesta segunda em busca de soluções para os problemas apontados pelos universitários. No último dia 7 de novembro os alunos realizaram uma passeata pelas ruas de Jequié para cobrar melhorias.


Nota: Jequié: Conselho de Saúde entra com representação contra prefeito e organiza protesto

20 de novembro de 2012

O Conselho Municipal de Saúde de Jequié, junto com outros órgãos, realizará uma manifestação nesta terça-feira (20), em frente à Câmara do município, para protestar contra o prefeito da cidade, Luiz Amaral (PMDB). Na última semana, o grupo entrou com uma representação no Ministério Público contra o gestor, além do vice-prefeito Eduardo Lopes, e dos secretários Belmiro Matos (Saúde), Luciano Sepúlveda (Governo) e José Roberto Borges (Administração). “O prefeito abandonou a cidade. Não atende a gente; não vai na prefeitura. O vice e os secretários mandam lá”, acusou a presidente do conselho, Rita Souza, em entrevista. Segundo a dirigente, são cobrados da atual administração cinco pontos principais: o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) com médicos, funcionários e material de consumo; a manutenção do estoque de medicamentos da Farmácia Básica na rede; o funcionamento ininterrupto durante a semana e os finais de semana da UPA–PA 24 horas com equipe de saúde completa; o pagamento de salários atrasados de 23 médicos contratados por meio de um convênio entre a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) e a Secretaria Municipal de Saúde de Jequié; e a garantia de atendimento médico e remédios para os alunos da Apae – que estariam, segundo o conselho, sem receita médica há mais de três meses. Além do Conselho de Saúde, participam da organização do ato – que terá início às 15 horas, com saída da frente do MP – o Conselho de Leigos e Leigas da Igreja Católica e os movimentos negros UNNEJE e Mocambo Odara, entre outras entidades.


NOTA DA PREFEITURA: Equipe de transição tem reunião nesta terça-feira, 20

20 de novembro de 2012

Está programada para a tarde desta terça-feira (20/11/12), na Prefeitura de Jequié, a primeira reunião de todos os membros da Comissão de Transmissão de Governo, que tem como presidente o controlador-geral, João Luiz Vieira Meira. Por parte da prefeitura participarão além do controlador João Luiz; o procurador-geral, Eliseu Maia Matos; o funcionário do setor contábil, Enes Marinho; e os secretários municipais Givaldo Barros (Fazenda), José Roberto Borges (Administração) e Luciano Sepúlveda (Governo). Este, porém, não será o primeiro encontro sobre o processo de transição. A equipe do prefeito Luiz Amaral esteve reunida internamente algumas vezes e também já ocorreram reuniões com Eduardo Barbosa, coordenador da equipe de transmissão da prefeita eleita Tânia Brito. Todo o processo vem sendo realizado em obediência ao que determina a Lei Complementar 101/2000 e Resoluções do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), em especial a 1.311/12. A orientação do prefeito Luiz Amaral é garantir uma transição administrativa pacífica, transparente e democrática, levando ainda em consideração o Guia de Orientação do TCM, que disciplina o andamento das atividades.  A Comissão de Transição por parte da Prefeitura de Jequié foi definida pelo prefeito Luiz Amaral através do Decreto nº 12.749/12 que, dentre outras providências, determinou a composição da equipe de transmissão de governo. Também ficou estabelecido que o início dos trabalhos ocorrerá ainda em novembro, ou seja, com uma antecedência de mais de trinta  dias  da  posse  dos  eleitos. Embora a Resolução 1311/12 do TCM estabeleça em dois, o número de pessoas indicadas pelo próximo governo, o prefeito atendeu a solicitação da prefeita eleita Tânia Brito de indicar cinco componentes. Esta informação não chegou para a pessoa da equipe da prefeita eleita Tânia Brito, porque informaram para este blog que somente em dezembro seriam abertos os trabalhos do Governo de Transição.