CAMPANHA NATAL SEM FOME 2012.

17 de novembro de 2012

Três emissoras de radio em Jequié que tem a maior fatia do público ouvinte: Jequié FM 89,7, 93-FM e Radio Povo. Estão presentes na Campanha do Natal sem Fome 2012 junto com o 8º Grupamento de Bombeiros Militar, A Folha, Naianne Som e Eletromaia. Desde quarta-feira (14.11.) que começaram anunciar a campanha que neste domingo (18.11.) acontece no bairro do Joaquim Romão onde os moradores vão doar alimentos não perecíveis como: feijão, arroz, farinha, açucar, café, macarrão, fubá, de milho, oleo como também quem quiser pode doar roupas e brinquedos. É sua hora de ajudar as famílias carentes de Jequié.

 

Anúncios

Municípios baianos tem corte em recursos para vigilância sanitária.

17 de novembro de 2012

O Ministério da Saúde decidiu suspender repasse de recursos para a área de vigilância sanitária a 96 municípios baianos. A decisão está publicada na edição de sexta-feira (16.11.) do Diário Oficial da União e atinge outros 1,3 mil municípios brasileiros que deixaram de abastecer o Sistema de Informação Ambulatorial. Dentre os municípios baianos atingidos, estão Camamu, Caravelas, Dário Meira, Itagi, Itamaraju, Itapitanga, Mascote, Maraú, Valença e Ubatá, localizados na macrorregião sul-baiana. As verbas somente serão liberadas quando os municípios atualizarem os dados. De acordo com a portaria, os municípios não repassavam informações de vigilância sanitária há, pelo menos, dois meses. Em Jequié a reportagem deste blog tentou contato com o setor de vigilancia sanitária mais não obteve exito.


SECA: 1.317 MUNICÍPIOS ATINGIDOS.

17 de novembro de 2012

Proxímo a Iramaia a um mês atras a senhora não conseguia tirar uma gota d’água da cisterna. (Foto Agência AM)

A pior seca dos últimos 30 anos já atinge dez milhões de pessoas em 1.317 municípios brasileiros. Os estados mais atingidos pela estiagem são Bahia, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí, mas há cidades em situação de emergência em todo o Nordeste, segundo o Ministério da Integração Nacional. E o panorama deve piorar. A expectativa é que só volte a chover na maior parte da região em janeiro. Dos cinco estados mais afetados, apenas a Bahia registrou chuvas em novembro. Na semana passada, o governo federal anunciou o envio de R$ 1,8 bilhão para a construção e ampliação de barragens, adutoras e sistemas de abastecimento que devem aumentar a oferta de água no Nordeste e no norte de Minas Gerais nos próximos anos. Leia mais em O Globo.