FOTO DA SEMANA.

30 de novembro de 2012

prefeituraUm retrato vivo da situação da Prefeitura Municipal de Jequié neste final de governo.

Anúncios

A FOLHA. Edição 565.

30 de novembro de 2012

A FOLHA 565


Festa Literária do Sertão de Jequié será encerrado neste sabado.

30 de novembro de 2012

Será encerrado neste sabado (01.12.) a Festa Literaria do Sertão de Jequié, organizado pelo jornalista, escritor Domingos Ailton da Academia de Letras de Jequié. Uma vasta programação esta sendo cumprida desde quinta-feira (29.11.) com presenças ilutres de vários escritores, poetas, jornalistas e outros intelectuais da Bahia e até de outros estados do Brasil. Uma oportunidade ímpar para a comunidade de Jequié que deveria prestigiar mais um evento tão im portante como este. A reportagem deste blog registrou na manhã de sexta-feira as presenças das jornalistas Heloisa Sampaio -Helô bas tante conhecida em toda Bahia, da presidente do Sindicato dos Jornlaistas Profissionais da Bahia-Sinjorba Marjorie Moura e outros compnaheiros que vieram prestigiar o evento.

2012-11-30 09.40.56Da esqueda para direita Marjorie Moura-presidente do Sinjorba, Carlinhos Ribeiro, Jeanne Paganucci, Ari Moura, Helô Sampaio e Guido Araujo lendo A Folha. (Foto Agência AM)


Diretor do Laticínio Leite Sol visita Projeto Integrado Riocon/IDAN/UNIRIO.

30 de novembro de 2012

O diretor do Laticínio Leite Sol, Robinson Ligier acompanhado do seu filho Robinson Ligier Júnior estiveram visitando na quarta-feira (28.11.) o projeto Integrado Riocon/IDAN/UNIRIO localizado no município de Manoel Vitorino na bacia do Rio das Contas. Eles foram recebidos pelo diretor da Riocon Sr. Eduardo Odebrechet, seu filho Norberto Odebrechet Neto, gerente administrativo Hugo Alexandre Britto e técnicos do projeto. Na chegada os visitantes foram recebidos com um coffe brek em seguida seguiram para um dos setores do projeto onde foi exibido informações do projeto. A equipe de reportagem de A Folha também esteve presente. Matéria completa na edição de A Folha de 30 de novembro. Vejam fotos da visita:

000_0011Componentes das empresas Riocon e Leite Sol reunidos presente jornalista Ari Moura. (Foto Agência AM)
000_0036Sr. Eduardo Odebrechet conversa com Sr. Robinson Ligier na sede da Riocon. (Foto Agência AM)
000_0052Visita as novas instalações da CREAR que deverá ser inaugurada em dezembro deste ano.(Foto Agência AM)


Academia de Letras de Jequié empossa novos membros.

30 de novembro de 2012

A Academia de Letras de Jequié-ALJ realizou sessão especial na quarta-feira (28.11) no auditório do Colégio Modelo Deputado Luiz Eduardo Magalhães, colégio que esta passando por uma situação e bastante sujo. O presidente da ALJ Adilson Gomes abriu os trabalhos tendo como secretario o acadêmico Álvaro Veiga esta sessão teve como finalidade principal empossar os quatro novos acadêmicos. A acadêmica Maribel Barreto tomou posse na cadeira de nº 9, que tem como patrono João Bastos,  o engenheiro  e escritor Jair Tércio Cunha Costa, residente em Salvador, Grão Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia, que assumiu a vaga do fundador, escritor e poeta Pacífico Ribeiro; o acadêmico Leonan Oliveira empossou na cadeira de nº 01, que tem como patrono Lindolfo Rocha, a poetisa Jussara Midlej, ocupando vaga do jornalista, poeta e cronista, Luiz Neves Cotrim; Domingos Ailton Carvalho, empossou a escritora e poetisa Sonilda Sampaio, que assume a cadeira de nº 20, que tem como  patrono Juvêncio Menezes e ocupa vaga do escritor Manoel Sarmento; Júlio Lucas empossou a escritora Zilda Freitas, que passou a ocupar a cadeira de nº 28, que tem como patrono Mário Lins, passando a ocupar vaga do jornalista, cronista e escritor Pedro Paulo Braga. No final desta sessão de novos acadêmicos, o presidente da ALJ Adilson Gomes convidou os presentes para participarem na próxima sexta-feira (30.11), às 20 horas no auditório Milton Rabello do Centro Estadual de Educação Profissional Régis Pacheco (antigo IERP), da solenidade de premiação com a comenda Ordem do Mérito Cultural Luiz Cotrim.

000_0073Público presente a sessão da Academia de Letras de Jequié. (Foto Agência AM)
000_0079Professora Sara Midlej no seu discurso de posse na Academia de Letras de Jequié. (Foto Agência AM)


Leur Jr. diz que Jequié foi penalizada por ausência de deputado em votação de emenda.

30 de novembro de 2012

leur-lomanto-juniorDeputado estadual Leur Lomanto Júnior no seu pronunciamento na Assembleia Legislativa da Bahia. (Foto Divulgação)

O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB) lamentou em discurso no último dia (29/11), no plenário da Assembleia Legislativa, o fato de Jequié ter perdido a oportunidade de receber R$ 12 milhões de investimentos em infraestrutura por conta da ausência do deputado federal, Roberto Brito (PP), representante da cidade, na votação do Orçamento de 2013, através das emendas da bancada baiana. Segundo o peemedebista, essa ausência vai custar ao município o não recebimento da importante verba para a construção de um viaduto no trevo entre a BR 116 e o anel viário de Jequié. “Lamentável. Por causa da falta de um voto Jequié acabou sendo penalizada”, disse Leur Jr., se referindo à votação que ficou empatada. Também representante de Jequié na Assembleia Legislativa, Leur Jr. destacou a necessidade de defesa dos interesses do município na Câmara Federal, com maior aproveitamento de projetos e indicações que possam beneficiar o desenvolvimento da cidade e região.


Jequié: Contas da prefeitura são rejeitadas pelo TCM

30 de novembro de 2012

reuniao-secretariosPrefeito Luiz Amaral e sua equipe tem contas rejeitadas mais uma vez. (Foto Agência AM)

O prefeito de Jequié, no sudoeste baiano, Luiz Carlos Souza Amaral, teve suas contas referentes ao ano de 2011 reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) nesta quinta-feira (29). A Corte aplicou multas ao gestor no valor de R$ 54 mil pela manutenção do excesso na despesa total com pessoal, e de R$ 5 mil por impropriedades remanescentes no processo. Também foi atribuído um ressarcimento aos cofres municipais de R$ 36,3 mil devido ao pagamento de multas e juros por atraso. Segundo o TCM, a principal irregularidade que provocou a rejeição das contas foi uma série de falhas em processos licitatórios, que alcançaram o montante de R$ 4,3 milhões além de ausência de licitações relativas aos certames na ordem de R$ 49,9 mil. O relatório técnico registrou as falhas contidas no parecer técnico como omissão do pagamento e cobrança de multas e ressarcimentos impostos pelo tribunal; ausência de atitude do prefeito para promover o equilíbrio entre receitas e despesas públicas; baixa recuperação da dívida ativa municipal e relatório de controle interno deficiente.