Para polícia, brasileira morta em Portugal colocou fogo em casa

Uma familia linda que se acaba tragicamente. (Foto Produção)

A principal linha de investigação da polícia portuguesa aponta que a dentista brasileira Luciana Garcia, 40, morta na quarta-feira (22.08.) em um incêndio na casa em que morava em Castro Marim, na região de Algarve, foi quem iniciou o fogo, segundo a imprensa local. Os dois filhos de Luciana, de 10 e 13 anos, também estavam no cômodo incendiado e morreram. Segundo o jornal português “Jornal de Notícias”, vizinhos ouviram os gritos dos dois adolescentes antes de ser ouvida uma explosão. Luciana era de Cristais Paulista, no interior de São Paulo, e morava em Portugal havia 15 anos. Ela e o marido eram proprietários de uma clínica em Vila Real de Santo Antônio. O marido, porém, não estava na casa no momento do incêndio. Segundo o canal TVI24, Luciana sofria de depressão. O corpo dela e dos filhos devem ser trazidos para o Brasil para que eles sejam enterrados em Cristais Paulistas. O Itamaraty afirmou que ainda não tem informações de quando isso deve ocorrer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: